top of page

Controle da agressividade



O que é a ira?


A raiva, a ira, é uma emoção básica decorrente dos impulsos agressivos do ser humano. Apesar de ser uma emoção natural e presente em nossa vida ela envolve um conjunto de respostas comportamentais que podem ser prejudiciais aos relacionamentos sociais e a saúde psicológica. Podendo chegar a xingamentos, comportamentos desadaptativos e até agressão física. Além dos prejuízos a saúde psicológica gerando ansiedade, angústia e depressão.


Esse comportamento extremo aparece principalmente quando:


  • As nossas necessidades não foram satisfeitas;

  • Ocorrem sentimento de frustração;

  • Acúmulo de estresse e sobrecarga;

  • Sentimento de invasão e opressão por parte do outro, etc.



ATENÇÃO> Você é a principal vítima de seus excessos que podem gerar:


  • Atitudes impulsivas

  • Dificuldade nos relacionamentos profissionais

  • Conflitos nos relacionamentos interpessoais

  • Aumento da ansiedade e pressão arterial

  • Sentimentos de fracasso e depressão

  • Prejuízos materiais (quebrar objetos), etc.


Dessa forma você precisa aprender a ter um melhor autocontrole da agressividade e aprender a gerir e a ter em mãos algumas estratégias para superação desse comportamento.


  • DICAS PARA O CONTROLE EFETIVO DA AGRESSIVIDADE:


  • 1) ASSUMIR A RESPONSABILIDADE pela raiva é o primeiro passo para conseguir controlá-la. Quem está fazendo uma má gestão de suas emoções é você. Você é o(a) responsável pelo seu estado emocional. Identifique as situações típicas onde a agressividade e a irritabilidade perdem o seu controle;


  • 2) PARE NA HORA! - O impulso agressivo é muito rápido e por isso de difícil controle. Quando sentir que a raiva está vindo fique parado e calmamente conte até 10 enquanto respira profundamente e pense “Posso me prejudicar com as minhas atitudes”. Assim fica mais fácil de controlar o rompante da agressividade;


  • 3) ANÁLISE SUAS EMOÇÕES – Normalmente ficamos frustrados rapidamente e manifestamos em seguida o comportamento de raiva. Reflita internamente e pergunte-se a si mesmo: “Será que o fato que produziu a frustração é tão importante assim para me fazer perder o controle?” Provavelmente a resposta será NÃO.


  • 4) REESTRUTURE OS SEUS PENSAMENTOS – Mude o seu pensamento. Quando se está descontrolado em relação a agressividade. Quando se está com um raiva muito intensa a tendência é ter pensamentos catastróficos e extremos. Substitua esses pensamentos> Ex:. “É terrível, é inaceitável”, por pensamentos mais amenos como: “É chato, estou frustrado mas não é o fim do mundo”. Evitando o pensamento negativo e catastrófico que o faz pensar não ter outras alternativas.


  • 5) DESABAFE - Procure uma psicoterapia para favorecer a expressão de sentimentos e para investigar as razões para os episódios de ira. Muitas vezes a agressividade aparece por não podermos expressar adequadamente nossos sentimentos ou por ter algo que desconhecemos influenciando a nossas atitudes.


  • 6) APRENDA A RELAXAR – Insira momentos de lazer e atividades prazerosas em sua rotina semanal (esportes, lazer, cultura, dança, música, etc). Exercícios de meditação e respiração podem ajudá-lo (a). 6.1. Ex. Exercício de respiração diário: Respire profundamente (inspire por 3 seg. e expire por 5 seg. ) com o diafragma lentamente (sem ser com o peito!). Em cada respiração você repete para si mesmo: “calma”, “relaxe”. Feche os olhos e imagine uma paisagem que lhe traz serenidade. Se possível coloque uma música relaxante e permaneça respirando por 10 minutos.


  • 7) EXPRESSAR – Aprender a expressar os sentimentos e emoções de forma adequada e proporcional à situação. Expressar o seu descontentamento e raiva de forma que não gere hostilidade. Guardar problemas e raiva faz com que no futuro qualquer situação menor gere uma raiva desproporcional devido o acúmulo ou a dificuldade em verbalizar as suas razões.


  • 8) AUTOCONTROLE – É a capacidade que você deve desenvolver para lidar com o impulso agressivo. Em um momento de raiva onde você está na eminência de perder o controle. 8.1. Dirija a atenção para os aspectos positivos e não para os detalhes negativos pois isso distorce a sua percepção e favorece a raiva,8.2. Reconheça que está com raiva e precisa reduzi-la para o seu próprio bem, 8.3. Pense nas consequências negativas de perder o autocontrole , 8.4. Pergunte a si mesmo qual é a verdadeira razão por que você está com raiva,8.5. Expresse suas emoções de forma assertiva. (Diálogo, prudência, dentro da lei).


  • 9) AUMENTE A CAPACIDADE DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS – Aumentar a capacidade de gerir suas emoções, dando respostas diferentes aos estímulos aversivos. Problemas sempre vão aparecer na vida, mas a forma de resolvê-los é fundamental. Aprender a resolver os problemas através do diálogo e da diplomacia e não da briga, da discussão e da ira.


  • 10) REDUZA O ESTRESSE – Uma vida muito estressante favorece o aparecimento da agressividade na forma de raiva e ira ou irritabilidade. Organize suas atividades, as suas obrigações, e reserve parte do seu tempo para momentos de distrair e desconectar, realizando programas de sua preferência e tendo mais opções de lazer.


124 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Коментарі


bottom of page